Indústria do açúcar teria patrocinado estudos que culpam gordura pelo risco coronário

A história é antiga, vem dos anos 1960, mas está sendo revelada agora. Segundo um artigo do periódico científico JAMA, a associação dos fabricantes de açúcar dos Estados Unidos teria pago o equivalente a US$ 48.900 a cientistas que publicaram artigos minimizando o efeito do consumo de açúcar sobre o risco coronário, em 1967. Como consequência, por décadas foi disseminada a ideia de que a gordura e o colesterol, não o açúcar, é que deveriam ser evitados para cuidar da saúde do coração. body-116585_640Para chegar a esses fatos, pesquisadores da Universidade da Califórnia mergulharam em documentos sigilosos da entidade patrocinadora. Naquela época, não era exigido que os autores de estudos declarassem conflito de interesses, o que abria as portas para o lobby científico. Lamentavelmente, esse tipo de coisa ainda acontece hoje, como foi dito em outro post.  
Fonte: Jornal O Globo

Leave A Comment

You must be logged in to post a comment.

s2Member®